"O melhor da gastronomia embalado para viagem."

... Cozinhar é também fazer poesia. É abrir ouvidos, olhos, boca e nariz para perceber o que faz sentido entre temperos e medidas. É entrar neste estado de coisas latentes e cavar o silêncio....
Juliana Venturelli

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Agroecologia, produção de mudas nativas e consultorias

AGROECOLOGIA

A agroecologia e uma abordagem da permacultura que trata dos aspectos produtivos e da sustentabilidade ecologica do sistema de produção, assim como dos aspectos socioeconômicos nela envolvidos, através da valorização da mão de obra familiar e de um sistema de produção integrado e diversificado. A agroecologia visa, o equilíbrio ambiental, a autonomia do pequeno produtor e a qualidade final do alimento

AGROFLORESTA
O sitio vem trabalhando com sistemas agroflorestais desde 2002, quando a primeira área foi implantada.
A Agrofloresta consiste em uma técnica de plantio consociado de várias espécies, nativas e exóticas, de potencial alimentar (frutas, forragens, raízes, legumes e verduras, incluindo os cultivares mais comuns na região, como inhame, aipim, milho, entre outras); madeireiro, melífero e medicinal, e espécies enriquecedoras do solo, como gramíneas e leguminosas, que possuem uma associação com bactérias (Rhizobiaceae e cianobactérias), responsáveis pela quebra do nitrogênio em nitrato (NO3), e amônia (NH4+), que absorvidos pelas plantas, irão fazer parte estrutura de aminoácidos, proteínas, nucleotídeos, ácidos nucléicos e algumas vitaminas, participando assim de sua nutrição.

O sistema agroflorestal (SAF), visa a “policultura” e o enriquecimento do solo através da biomassa verde produzida na própria área de cultivo. O solo permanece sempre coberto, diminuindo a ação erosiva da chuva. Através da “policultura” e do manejo adequado do solo, é possível produzir plantas saudáveis e bem nutridas, dispensando, assim o uso de agrotóxicos. Neste sistema há uma observação dos fatores bióticos e abióticos que interagem nas florestas tropicais, procurando, “imitar” sua estratificação (ervas, sub-arbustos, arbustos e árvores), assim como a sucessão natural e a necessidade climática e nutricional de cada planta.

Através deste sistema é possível, cultivar uma grande gama de alimentos, durante todo o ano (potencialização e diversificação agrícola), sem contaminar o solo, a água e o homem com os resíduos químicos presentes na agricultura convencional, e ainda, recuperar áreas degradadas, onde o solo encontra-se desgastado, restabelecendo sua comunidade biótica. O SAF contribui para a biodiversidade e cumpre diversos papéis para a sustentabilidade ambiental e social: mantém o equilíbrio do ecossistema através de diversas interações ecológicas, implicando em riscos sociais e econômicos menores que a monocultura. Neste sistema o gasto do produtor é concentrado principalmente no primeiro ano, com o passar do tempo e a dinâmica ambiental favorece a produção que passa a requer um menor custo de manutenção. Para este tipo de trabalho, torna-se importante à união conhecimento população local com o conhecimento cientifico em prol da conservação do meio ambiente.
Atualmente contamos com algumas áreas implantadas com sistemas agroflorestais, de onde pretendemos retirar alimento para a casa e para parte da produção de conservas.

Estamos ampliando o plantio de mudas frutíferas para a produção de geléias como Mexerica, jabuticaba e amora.

Para visualizar parte dos dados da monografia da aluna de graduação, Isabel Gomes, desenvolvida pelo Departamento de Geografia da UERJ, sob orientação da professora Doutora Ana Valéria Bertolino e do professor doutor Luiz Carlos Bertolino:
 http://www.geo.ufv.br/simposio/simposio/trabalhos/trabalhos_completos/eixo7/013.pdf

Agrofloresta 1

Preparo da área (pasto)


Preparo do solo e plantio de sementes e mudas

área  plantada com milho, aipim, girassol, adubação verde etc..

Area em desenvolvimento - Observa-se um tiê sangue


Bananas plantadas na área

árvores em pleno desenvolvimento

Área em pleno desenvolvimento

Agrofloresta

Area 2













Plantio de amendoim forrageiro para segurar barranco

PRODUÇÃO DE MUDAS DA MATA ATLANTICA

O sítio possui um horto para a produção de mudas nativas, realizadas a partir da colheita de sementes in-situ, com todo o cuidado para manter a variabilidade genética.

As mudas são destinadas ao plantio os sistemas agroflorestais, à áreas de reflorestamento de encosta (no próprio sítio) e à venda.


Construção do novo horto de mudas floretais

Mudinhas brotando na areia de
onde serão transplantadas
CONSULTORIA EM SISTEMAS AGROFLORESTAIS, REFLORESTAMENTOS E TERMOS DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

O Sítio Abaetetuba conta com uma equipe especializada, na elaboração de termos de ajustamento de conduta, recuperação de áreas degradadas e sistemas agroflorestais.

Nossa equipe multidisciplinar conta com 4 biólogos (especializados em diversas áreas de atuacão), um agrônomo e um advogado especializado em meio ambiente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário