"O melhor da gastronomia embalado para viagem."

... Cozinhar é também fazer poesia. É abrir ouvidos, olhos, boca e nariz para perceber o que faz sentido entre temperos e medidas. É entrar neste estado de coisas latentes e cavar o silêncio....
Juliana Venturelli

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Pectina cítrica


DESCRIÇÃO
A pectina é um  colóide natural,  encontrado em todas as frutas, em maior ou menor quantidade, e em alguns
tipos  de  raízes,  tubérculos  e outros  do  reino  vegetal.  Foi  um  francês,  o  Sr.  Braconnot,  que descobriu esta substância em 1825, batizando-a de  “pectina”, que vem do grego Pektos  (rígido, firme), fazendo alusão à suacaracterística básica, que é dar consistência/ gelificar.
Pectina Citríca possui um alto grau de metoxilação, e rápida gelificação, padronizada com açúcar. Produzida à partir da casca de frutas cítricas.



Diversas frutas são ricas em pectina como: maracujá, laranja e limão (casca). Na maçã encontra-se na polpa.


PROPRIEDADES

Apresenta  como benefícios  a  formação de  géis  de excelente  textura, transparência  e  liberação  de  sabor.
Permite distribuição uniforme de pedaços de fruta devido a gelificação rápida.
Utilizada na fabricação de doces em barra e geléias, especialmente no caso de frutas pobres em pectina.


A Pectina Cítrica é uma fibra solúvel facilita a digestão de gorduras e proteínas, ajuda a regular a absorção de açúcares, diminuindo a sensação de fome e o armazenamento de gorduras.

INDICAÇÃO

Para produtos alimentícios e farmacêuticos, são eles: geléias, conservas onde se deseja suspensão uniforme
dos pedaços de fruta, sorvetes, sucos de frutas, recheios de chocolate e medicamentos.

CONCENTRAÇÃO RECOMENDADA
Em  geral  recomenda-se uma dosagem  de 0,3  –  0,5%  em  geléias  e  conservas.  A  dosagem  ótima para
aplicações específicas depende do pH e dos sólidos solúveis.

fonte: http://www.farmacam.com.br/monografias/pectinafarmacam.pdf

Nenhum comentário:

Postar um comentário