Pular para o conteúdo principal

Agricultura familiar


"Mistura fina" faz parte da agricultura familiar.....

A agricultura familiar é aquela que exerce papel fundamental na economia de uma parcela significativa das pequenas cidades brasileiras. Em muitos casos, é ela a responsável pelo bom desempenho dos negócios urbanos, pelo suprimento da demanda interna de alimentos e pela manutenção do homem no meio rural.



A agricultura Familiar é a principal responsável pela produção dos alimentos que são disponibilizados para o consumo da população brasileira. É constituída de pequenos e médios produtores rurais, comunidades tradicionais, assentamentos da reforma agrária e pessoas que participam do êxodo urbano, e entre seus principais produtos estão: milho, mandioca, leite, gado de corte, ovinos, caprinos, suínos, aves, defumados, mel, olerícolas, feijão, cana, arroz, café, trigo, mamona, fruticulturas e hortaliças, além de alimentos processados como sucos, polpas, conservas, doces, biscoitos, farinha, frutas desidratadas,queijos, iogurtes e defumados.




Girassol para extração de óleo e semente


Favo de mel



Segundo ã legislaçao vigente, agricultor familiiar define-se como aquele que pratica atividades no meio rural, atendendo aos seguintes requisitos:

• Utilize predominantemente mão-de-obra da própria família nas atividades econômicas vinculadas ao próprio estabelecimento ou empreendimento;

• Sejam proprietários, posseiros, arrendatários, parceiros ou concessionários da Reforma Agrária

• Residam na propriedade ou em local próximo;

• Detenham, no máximo 4 (quatro) módulos fiscais de terra, quantificados conforme a legislação em vigor, ou no máximo 6 (seis) módulos quando tratar-se de pecuarista familiar;

• Mantenham até 2 (dois) empregados permanentes – sendo admitida a ajuda eventual de terceiros

• Tenha renda familiar predominantemente originada de atividades econômicas vinculadas ao próprio estabelecimento ou empreendimento (com 80% da renda bruta anual familiar advinda da exploração agropecuária ou não agropecuária do estabelecimento)

IMPORTANCIA DA AGRICULTURA FAMILIAR NO BRASIL




• A agricultura familiar ocupa 30,5% das terras agriculturáveis, mas responde por 37,9% da produção agropecuária brasileira

• A agricultura familiar, geralmente associada a formas atrasadas de cultivo e à produção para subsistência, está no cerne do moderno agrobusiness brasileiro, respondendo por 31,6% da produçãode soja, 39,9% da produção de aves e 48,6% da produção de milho, tendo, portanto, forte presença nas exportações.





• Garantir a qualidade de vida da família no campo;

• Garantir a manutenção dos recursos naturais;

• Organizar seu sistema de produção a partir das tecnologias disponíveis;

• Buscar novos mercados;
• Ganhar escala dentro de um microsistema;

• Produzir com preços mais competivos (produção artesanal agrega maior valor ao produto, que chega ao mercado com um preço diferenciado daquele produzido em larga escala);
• Ter acesso a informação (internet e telefone não estão disponíveis em várias regiões do interior);
• Ter acesso rodoviário aos pólos de compra da matéria prima e venda da produção (uma vez que as estradas no meio rural encontram-se em péssimo estado de conservação dificultando o transito);
• Deixar claro para o consumidor a qualidade do produto beneficiado nas agroindústrias e a diferença; desta forma de produção para as grandes indústrias;

• Melhorar a capacidade organizacional dos produtores.


POR QUE CONSUMIR PRODUTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR E DAS AGROINDÚSTRIAS
• Consumir produtos com um alto padrão de qualidade (certificados e inspecionados);

• Combater a exploração do homem do campo e nas cidades;

• Valorizar um processo de produção em menor escala com menores impactos ambientais;

• Contribuir para o desenvolvimento das pequenas cidades;

• Melhorar a qualidade de vida das famílias rurais;

• Fortalecer a cultura brasileira;

• Combater o êxodo rural;






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conserva de Berinjela Siciliana

Receita antiga, com o passar do tempo e a liberdade maravilhosa que a cozinha nos proporciona, ganha um toque aqui, uma pitada ali e vai se transformando na sua receita daquele prato tradicional. Com a conserva de berinjela siciliana não é diferente! Hoje eu trago a versão do culinarista Álvaro Rodrigues, adaptada por Aline, do blog Delícia dos 30 http://deliciasdos30.blogspot.com.br . Eu testei e aprovei!
Sempre usei a receita ensinada pela professora Ângela Morata que é um pouco diferente, mas agora inseri esta nova versão no meu caderno. Se eu fosse você não deixaria de anotar e, principalmente, de fazer, com a certeza do sucesso garantido seja para receber uns amigos, presentear junto a uma garrafa de vinho ou saborear com a família.
Gostei muito da forma com que a Aline, que diz que a receita abaixo é uma versão Berinjela Picante do Álvaro Rodrigues, ilustrou o passo a passo e, por isso, resolvi colocá-lo aqui. Ela tirou da receita dele três ingredientes por opção. Uva passa, pimen…

Biscoito de Nata e Goiabada

Quando vai chegando o fim da tarde, junto vem aquela vontade de fazer um lanchinho. Que tal um biscoitinho com café? Adoro fazer biscoitos! Comer então, nem se fala! Vivo procurando receitas gostosas e diferentes, Numa destas buscas, encontrei o beliscão de nata e goiabada no blog Cozinha e Poesia http://cozinhaepoesia.blogspot.com/ . Maravilhoso!!!
Testei, aprovei e resolvi compartilhar aqui com vocês. Preparem os vidros que esta receita rende cerca de 150 biscoitos. Quanto tempo isso vai durar na sua casa? Ou você está pensando em comercializar? Um beliscão com gosto de quero mais pra comer a qualquer hora é sucesso garantido. Arregacem as mangas, lavem as mãos e vem comigo pra cozinha!

Ingredientes:2 avos médios1 xícara (chá) de nata retirada do leite integral1 colher (sopa) de manteiga2 colheres (sopa) de açúcar1 colher (sopa) de fermento em pó2 e 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigoRaspas de limão400 gr. de goiabada cortada em tirinhasAçúcar para finalizar e envolver os biscoitos
P…

Como Limpar o Fogão Industrial

Olá galera! Hoje resolvi compartilhar minhas descobertas em relação a limpeza do fogão industrial. Já apanhei tanto para limpar o meu, que achei interessante dividir com vocês o que aprendi até aqui. A experiência me mostrou que manutenção de equipamentos é uma coisa muito importante e o fogão é o coração da nossa cozinha, né?! Temos que cuidar bem dele. Uma cozinheira que trabalhou comigo, me ensinou alguma coisa que uso e aprovo. 
Na hora de limpar o seu fogão, tome muito cuidado para não molhar a parte interna das bocas, apenas passar uma escova de aço. As que eu mais gosto, são as de dentes, pequenos e duros, porque ajuda a chegar nos lugares mais difíceis. Para lavar a chapinha e as grades uso bombril ou palha de aço e, de tempos em tempos, é legal pincelar óleo de cozinha, deixar escorrer e secar com papel toalha. Limpe o resto do fogão com bucha e detergente.


E agora, será que acende? Vamos recolocar as peças no lugar e acender todas as bocas pra testar, mas relaxa que vai dar cer…