"O melhor da gastronomia embalado para viagem."

... Cozinhar é também fazer poesia. É abrir ouvidos, olhos, boca e nariz para perceber o que faz sentido entre temperos e medidas. É entrar neste estado de coisas latentes e cavar o silêncio....
Juliana Venturelli

quinta-feira, 25 de março de 2010

Agricultura familiar


"Mistura fina" faz parte da agricultura familiar.....

A agricultura familiar é aquela que exerce papel fundamental na economia de uma parcela significativa das pequenas cidades brasileiras. Em muitos casos, é ela a responsável pelo bom desempenho dos negócios urbanos, pelo suprimento da demanda interna de alimentos e pela manutenção do homem no meio rural.



A agricultura Familiar é a principal responsável pela produção dos alimentos que são disponibilizados para o consumo da população brasileira. É constituída de pequenos e médios produtores rurais, comunidades tradicionais, assentamentos da reforma agrária e pessoas que participam do êxodo urbano, e entre seus principais produtos estão: milho, mandioca, leite, gado de corte, ovinos, caprinos, suínos, aves, defumados, mel, olerícolas, feijão, cana, arroz, café, trigo, mamona, fruticulturas e hortaliças, além de alimentos processados como sucos, polpas, conservas, doces, biscoitos, farinha, frutas desidratadas,queijos, iogurtes e defumados.




Girassol para extração de óleo e semente


Favo de mel



Segundo ã legislaçao vigente, agricultor familiiar define-se como aquele que pratica atividades no meio rural, atendendo aos seguintes requisitos:

• Utilize predominantemente mão-de-obra da própria família nas atividades econômicas vinculadas ao próprio estabelecimento ou empreendimento;

• Sejam proprietários, posseiros, arrendatários, parceiros ou concessionários da Reforma Agrária

• Residam na propriedade ou em local próximo;

• Detenham, no máximo 4 (quatro) módulos fiscais de terra, quantificados conforme a legislação em vigor, ou no máximo 6 (seis) módulos quando tratar-se de pecuarista familiar;

• Mantenham até 2 (dois) empregados permanentes – sendo admitida a ajuda eventual de terceiros

• Tenha renda familiar predominantemente originada de atividades econômicas vinculadas ao próprio estabelecimento ou empreendimento (com 80% da renda bruta anual familiar advinda da exploração agropecuária ou não agropecuária do estabelecimento)

IMPORTANCIA DA AGRICULTURA FAMILIAR NO BRASIL




• A agricultura familiar ocupa 30,5% das terras agriculturáveis, mas responde por 37,9% da produção agropecuária brasileira

• A agricultura familiar, geralmente associada a formas atrasadas de cultivo e à produção para subsistência, está no cerne do moderno agrobusiness brasileiro, respondendo por 31,6% da produçãode soja, 39,9% da produção de aves e 48,6% da produção de milho, tendo, portanto, forte presença nas exportações.





• Garantir a qualidade de vida da família no campo;

• Garantir a manutenção dos recursos naturais;

• Organizar seu sistema de produção a partir das tecnologias disponíveis;

• Buscar novos mercados;
• Ganhar escala dentro de um microsistema;

• Produzir com preços mais competivos (produção artesanal agrega maior valor ao produto, que chega ao mercado com um preço diferenciado daquele produzido em larga escala);
• Ter acesso a informação (internet e telefone não estão disponíveis em várias regiões do interior);
• Ter acesso rodoviário aos pólos de compra da matéria prima e venda da produção (uma vez que as estradas no meio rural encontram-se em péssimo estado de conservação dificultando o transito);
• Deixar claro para o consumidor a qualidade do produto beneficiado nas agroindústrias e a diferença; desta forma de produção para as grandes indústrias;

• Melhorar a capacidade organizacional dos produtores.


POR QUE CONSUMIR PRODUTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR E DAS AGROINDÚSTRIAS
• Consumir produtos com um alto padrão de qualidade (certificados e inspecionados);

• Combater a exploração do homem do campo e nas cidades;

• Valorizar um processo de produção em menor escala com menores impactos ambientais;

• Contribuir para o desenvolvimento das pequenas cidades;

• Melhorar a qualidade de vida das famílias rurais;

• Fortalecer a cultura brasileira;

• Combater o êxodo rural;






Nenhum comentário:

Postar um comentário